Mídia e Ecologia.com

Seguindo em Frente, Preservando o Meio Ambiente!

Pensado e Desenvolvido por Danil BR 2 Comentários

Antigamente o comum era utilizar sacolas de pano para carregar as compras, que as pessoas faziam em feiras ou mercadinhos, e não em Supermercados ou Centros de Compras (popularmente chamados de Shoppings), que hoje em dia são bem mais frequentados pelos cidadões de classe média.
Mas na década de 1970 o saco plástico foi introduzido no mercado, e por ser uma opção barata e prática de transportar produtos industrializados (ou não), ele se tornou muito popular para os compradores e também para os comerciantes, que resolveram distribuir-lo de graça, contanto que fosse usado para carregar as compras de sua casa comercial, os mercados.
Como eu disse antes, todos adoraram ter um transporte de produtos que fosse mais leve e descartável que seu antecessor, então todos os comerciantes começaram a distribuir sacos plásticos gratuitamente, para os usuários de seus mercados. Só que como este tipo de saco é muito frágil ele pode ser rasgado e sujado facilmente, fazendo que seu dono (ou dona) o descarte (jogar o saco no lixo, para os leigos) rapidamente.
O problema não é jogar fora 1 saco plástico no lixo, e sim milhares! É claro que nem você, nem a sua família inteira jogam fora milhares de sacos plásticos diariamente, mas você, o resto de sua família e toda a população mundial sim. E este fato gera vários problemas ambientais.
Existem muitos problemas causados pela falta de descarte correta (o certo é mandar para reciclagem), e agora irei citar alguns deles:
Muitas pessoas sem consciência simplesmente jogam o saco sem utilidade no chão, e como ele é muito leve o saco voa por causa do vento e acaba entupindo bueiros (causando enchentes, que destroem casas e plantas, além afogarem muitas pessoas e bichos), poluindo o mar e infestando as florestas.
Quando o saco plástico chega ao mar ele é engolido por inúmeras criaturas marinhas, pois nas águas do oceano ele é partido em algumas partes, e um desses pedaços pode parecer um inseto ou um peixe para uma tartaruga ou uma ave que esteja passando por aquele local. E depois de alguns dias após o consumo do plástico o animal é morto. Isso acontece porque quando uma tartaruga (a principal afetada), por exemplo, ingere um pedaço de plástico seu aparelho digestivo é obstruído, deixando o coitado sem poder digerir seus alimentos, e, às vezes, o sufocando. E segundo o site da Super Interessante, há uma sopa de plástico flutuando no oceano Pacífico que "contém mais de 100 milhões de toneladas, sendo que 90% são constituídos de detritos de plástico. Desse total, 80% vêm do continente.", tudo por causa da falta de conscientização do ser humano.
Apesar de tudo isso ainda há algumas soluções para amenizar esses problemas, que alguns institutos e empresas ajudam, elaborando campanhas sustentáveis. Campanhas como o Saco é um Saco, em que são distribuídas sacolas retornáveis (normalmente de pano) para seus parceiros. Com essa atitude diminuiu em 6% o uso de sacos plásticos no Brasil (até hoje), e a próxima meta é chegar aos 10% de diminuição.

O post acaba por aqui, mas o assunto ainda não. Esta 1ª parte foi só para você conhecer um pouco da terrível história do saco plástico, por isso futuramente escreverei outro post ensinando o que devemos fazer para amenizar esses problemas.
E enquanto isso assista dois videos divertidos que nos fazem refletir sobre este assunto:







Fontes de Pesquisa: Atitude Sustentável, Blog Planeta Sustentável da Super Interessante e Wikipédia.



2 Comentários

  1. adorei os vídeos, principalmente o dos animais!
    eu só uso as sacolas plasticas que recebo como saco de lixo e faço a separação para coleta seletiva!
    é importante neh!
    bjo

  2. D@nil.B says:

    O video com os animais é muito divertido mesmo, e ainda nos faz refletir, por isso o escolhi, além do video sobre os ciclos.
    Mas, Bruna, você devia usar papel de jornal como saco de lixo, pois ele é mais fácil de reciclar e se decompor! Aprenda e conheça mais sobre o assunto acessando COMO EU FAÇO COM O MEU LIXO SEM AS SACOLAS DE PLÁSTICO DOS SUPERMERCADOS ?.


Este blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
Creative Commons License
É permitida a cópia parcial dos artigos do Mídia e Ecologia.com, mas não completa, contanto que os devidos créditos sejam dados ao autor.



Ajude o dono deste blog e clique no banner acima, nem dói!

Se Você Localizar Alguma Dessas Pessoas Entre em Contato

Acesse Outros Links:

Top Blog 2010

Ainda não foi desta vez que o Mídia e Ecologia.com venceu, mas pelo menos ele ficou entre os 100 finalistas. Agora é só torcer para que em 2011 isso mude!