Mídia e Ecologia.com

Seguindo em Frente, Preservando o Meio Ambiente!

Pensado e Desenvolvido por Bruno Albuquerque 3 Comentários

Bem, dizer aqui que Avatar é a maior bilheteria de todos os tempos é tolice; dizer que é um bom filme, apontando os seus principais pontos positivos não é necessário, pois todos já sabem quais são. Por isso, irei fazer um pequeno texto sobre um aspecto pesadamente positivo no filme que poucos falam - e o pior, sequer notaram durante a exibição do filme (pois hoje a população só gosta de efeitos especiais em demasiada quantidade nas telas): a sua relação com a ECOLOGIA.

A princípio, o longa dirigido por James Cameron (Aliens, Exterminador do Futuro) é focado no personagem Jake Sully (interpretado por Sam Worthington), que vai para Pandora trabalhar no lugar do seu recém-falecido irmão, e ao chegar lá se apaixona profundamente por Neytiri, filha do chefe de uma sociedade de seres humanóides chamados Na'vi. Mas, para ficar com o seu grande amor, Jake deverá abandonar a sua vida antiga, chegando ao ponto de "trair" os seus amigos. Enfim, a história é clichê ao extremo, mas essa não é a essência principal de Avatar.

Após Uma Hora e Meia de filme, começamos a notar algo mais - uma mensagem passada por Cameron, que para alguns só é compreensível após a exibição do filme. Assistimos no filme um ato terrível que o próprio ser humano faz no nosso planeta; algo que está constantemente sendo citado na televisão, nos jornais, revistas e etc. O nome disso é A DESTRUIÇÃO DE FLORESTAS. "Caramba, já estamos cansados de ver isso na televisão, por que vão levar isso para o cinema, que é um local para a nossa diversão?" Eu diria que isso foi uma nobre tentativa do diretor (que também roteirizou e produziu o filme, além de ter criado a tecnologia utilizada nele) de conscientizar a população de algo fatal. Ele mesmo citou isso quando esteve no Brasil, no início do ano, o que deixou ainda mais clara a tal mensagem citada aqui anteriormente.

Assim como poucos do nós, seres humanos, a raça Na'Vi luta para a preservação ambiental de seu planeta. Mas o que nos diferencia deles é um detalhe um tanto quanto grandioso: eles vão lá e lutam pelo o que querem. Eu sei, há muitas pessoas ao redor do planeta que fazem isso, mas a sociedade atual está completamente desorientada - ela só pensa em dinheiro e diversão vinte e quatro horas por dia, e por isso precisamos de uma conscientização global; ou pelo menos uma medida extrema, que deve ser tomada por aqueles que nos representam: os políticos. Está bem, todo mundo fala mal deles, mas o problema é que ELES podem ser uma de nossas salvações. As eleições estão vindo ai, e é essa a hora em que podemos mudar tudo. Seria bem mais fácil se a quantidade de candidatos confiáveis fosse maior.

Agora voltando à ecologia, que é o que realmente importa: James Cameron consegue mostrar no filme que somos capazes de mudar a nossa situação: os Na'Vi vencem os humanos( que estavam armados até os dentes com uma tecnologia absurdamente poderosa) com arcos, flechas e algo que pode fazer a diferença: o trabalho em grupo. Jake Sully parte em uma viagem "recrutando" todos os povos Na'Vi existentes no planeta Pandora, para lutarem contra os invasores.

Isso, transportado para a nossa realidade, poderia ser:

Na'Vi: Nós, seres humanos.
"Invasores"( como sendo os causadores do problema): Nós, seres humanos.
O quê? Isso mesmo. Nós somos a causa. Nós podemos inverter essa situação desastrosa que está acontecendo no nosso planeta, basta que cada um de nossos seis bilhões de irmãos se disponham à nos ajudar, pois é possível mudar o mundo, mas só vai acontecer se trabalharmos em grupo.

Pois é, pessoal, fiz esse texto para me redimir das três semanas sem nenhum post meu aqui no blog. Quero a sua opinião! Comente!!! Espero que tenham gostado, e aproveitem para entrarem no meu blog (onde este post também foi publicado).

Fonte das imagens:
Filosofia e Humanidades
UOL Cinema
R7 Notícias



3 Comentários

  1. Nossa adorei a comparação que você fez, e bem que isso é verdadade.
    podemos mesmo ter esta visualização e realmente citar essa comparação, nós ainda temos chance de mudar e salvar o planeta...ahauhauha...muito fera..
    e tambem adorei o novo templete do site. está de parabens. Abraços

  2. Matheus says:

    Pior que faz sentido essa comparação =D

  3. D@nil.B says:

    O meu colaborador, o BW do Blog dos Garotos Antenados, fez mesmo uma ótima comparação com o filme e a crueldade que o homem tem.
    Agradeço muito pelos comentários!


Este blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
Creative Commons License
É permitida a cópia parcial dos artigos do Mídia e Ecologia.com, mas não completa, contanto que os devidos créditos sejam dados ao autor.



Ajude o dono deste blog e clique no banner acima, nem dói!

Se Você Localizar Alguma Dessas Pessoas Entre em Contato

Acesse Outros Links:

Top Blog 2010

Ainda não foi desta vez que o Mídia e Ecologia.com venceu, mas pelo menos ele ficou entre os 100 finalistas. Agora é só torcer para que em 2011 isso mude!